Um comentário

  1. Teresa Gil
    Teresa Gil 21 de outubro de 2014 at 9:04 |

    Estou completamente encantada por suas palavras, Imaculada! Vontade de pegar no colo a criança arteira, já quebradeira, a furadeira de livros , que é você, a professora que eu sou tem. Já a criança que nunca morrerá dentro de mim, ficou com vontade de ir até a casa da sua infância brincar com você. A penteadeira da sua mãe me trouxe a da minha tia Yayá , onde eu misturava perfumes em pequenos frascos… artes de crianças arteiras! Posso brincar com você ?

    Reply

Deixe um comentário