2 comentários

  1. Rogéria Reis
    Rogéria Reis 21 de fevereiro de 2014 at 0:01 |

    Sandra Portugal com maestria reuniu aprendizagem, consciência política e história em uma só aula.
    Mostrou-nos a importância da construção do primeiro parágrafo de um texto e forneceu dicas de três modos de construção do mesmo. Citou exemplos de ativistas de causas sociais negros que bem souberam se utilizar dos recursos de linguagem para expressão e defesa de suas ideias. Entre eles, Milton Santos e Frantz Omar Fanon (Fort-de-France, Martinica, 20 de julho de 1925 – Bethesda, Washington DC, 6 de dezembro de 1961) foi um psiquiatra e ensaísta francês da Martinica, de ascendência francesa e africana. Fortemente envolvido na luta pela independência da Argélia, foi também um influente pensador do século XX sobre os temas da descolonização e da psicopatologia da colonização.

    Reply
  2. juliana Barreto
    juliana Barreto 20 de fevereiro de 2014 at 19:23 |

    A intencionalidade na escolha dos textos me cativou ainda na pré-aula. Os parágrafos expostos em aula também. Despertou em mim como leitura e blogueira o desejo e desafio de investir mais tempo para escrita, quiçá eu me dedique mais a temas tão pertinentes quanto os que me foram apresentados pela U.Q essa semana. Obrigado!!!

    Reply

Deixe um comentário