2 comentários

  1. Clarice
    Clarice 23 de junho de 2013 at 23:00 |

    Professor, sua alma de professor é inquieta e brilhante. Mas não concordo que a TV vá acabar ou ser engolida pela internet, existe muita gente que tem esse eletrodoméstico como companhia, como guia das horas. Sou de uma geração que tivemos radiola esteriofônica de grande qualidade e a noite aprendia a dançar boleros, tango, cha cha chá, guaranias, a chegada do iê iê iê. Ouviamos música clássica, ópera… em 74 fui para São Paulo e fazer parte do caldo cultural foi apaixonante. Apesar dos militares estarem no poder dançamos Kuarup, a questão do índio, dança das cabeças de Gismonti, a mí america, eram nosso grito de apelo pela liberdade. Tambem penso que a grade é muito bem preparada, as mini series são fantástica, outro dia o Serginho Groismam arrebentou no circo com a Valentina suspensa pelos balões, aquilo foi fantástico!!? Foi sim… muito lindo. Não me furto ao cineminha ou teatro. Me pergunto aonde vai a ficção na tv? A leitura preenche … Abraços

    Reply
  2. JUSSARA DE MEDEIROS SANTOS
    JUSSARA DE MEDEIROS SANTOS 14 de junho de 2013 at 15:34 |

    Fiquei curiosa para perguntar duas coisas sobre as emissoras de TVs MANCHETE e atualmente o Canal Futura que saiu do ar.
    A 1a. para mim era grande concorrente, pois houve um período nordestino que só pegava ela. Guilherme não relacionou ela na pesquisa.
    A agora Canal Futura não mais funciona na NET. Foi Foi extinta?

    Reply

Deixe um comentário