Um comentário

  1. Marco Andrade
    Marco Andrade 11 de maio de 2013 at 1:15 |

    O Encontro dessa terça-feira com Mana Bernardes foi impactante, terno e por assim ser, poético. Na verdade pra mim foi um reencontro. Mana sempre esteve presente nas minhas falas por onde andei. Seu trabalho sempre foi uma referencia pra mim e conhece-la pessoalmente foi um divisor de águas bem mais profundo do que o presente possa ainda mensurar. Mana como eu supunha é mulher poesia em cada cílio, unhas, cachos de cabelo e olhar. Foi um grande e terno momento. Único.

    Reply

Deixe um comentário