Chamada UQ 2018

Inscrições abertas para NOVOS Quebradeiros 

Você é produtorartista, educador, ativista cultural ou atua em movimentos sociais  engajado com a (ou na) periferia?

Então venha para o Curso de Extensão Universidade das Quebradas (UQ) da UFRJ, feito para você participar do encontro entre o conhecimento da Periferia e a Academia.

O curso é GRATUITO, com 80 vagas, e o Programa 2018 da Universidade das Quebradas traz novidades. Quer saber mais acesse a Temática UQ 2018.

As aulas são presenciais, às terças-feiras, de 10h às 18h, e ocorrem no 1º semestre letivo na Faculdade de Letras da UFRJ, e no segundo semestre, a partir de agosto, no Museu de Arte do Rio (MAR).

 Calendário para realização do Curso:

  • Chegança (recepção aos novos quebradeiros): 06 de Março (previsão)
  • Início das aulas: 13 de Março(previsão)
  • Férias: Julho
  • Término das aulas: 04 de Dezembro(previsão)

Critérios para certificação:

  • Mínimo de 75% de frequência
  • Trabalho final

PROCESSO SELETIVO

Cronograma:

  • Inscrições prorrogadas: até 19 de Fevereiro
  • Resultado Preliminar: 23 de Fevereiro (previsão)
  • Entrevistas: 27 e 28 de Fevereiro(previsão)
  • Resultado final: 02 de Março(previsão)

Inscrição:

  • Preencher a ficha online (INSCRIÇÕES ENCERRADAS);
  • Mini-apresentação sobre o/a candidato/a na ficha de inscrição, que pode ser Por Escrito (em até 3000 caracteres) ou em Vídeo de até 2 min (em MOV, MP4, WMA ou AVI, via Vimeo/Youtube), informando: nome, idade e de onde vem, destacando suas experiências profissionais e/ou acadêmicas, seus interesses e motivações em propostas de intervenções artísticas, culturais ou sociais.

 

Mais informações: quebradas2018@gmail.com

O Programa 2018 da Universidade das Quebradas busca na obra do escritor Lima Barreto a sua inspiração e referência. Os subúrbios, a reforma urbana, a questão racial, a loucura e o imaginário nacional serão alguns dos temas abordados em nossos estudos, tendo como referência a obra do autor carioca, em especial o romance Clara dos Anjos, e suas crônicas.

No final do primeiro semestre, os quebradeiros apresentarão suas visões sobre os seus territórios (suas quebradas) a partir de crônicas. A ideia é construirmos um livro com as produções dos quebradeiros, reunindo os muitos olhares sobre as dinâmicas entre território, identidade e cultura. Este percurso de criação será acompanhado de um programa suplementar sobre empreendedorismo e produção cultural, oferecido pela Agência UFRJ de Inovação.

No segundo semestre, através de uma parceria com o Museu de Arte do Rio (MAR), nosso Programa focará o Samba, por meio de interlocuções com campo das artes plásticas e da cultura visual.