16 comentários

  1. Valéria Barbosa
    Valéria Barbosa 28 de agosto de 2013 at 13:34 |

    Quanto mais troco, mais me fortaleço e aprendo.
    Bom demais ser quebrada, pois com as partes trocadas me junto, me desarrumo, me encontro e me completo.
    Amo demais tudo isto! Ser, estar e contribuir como uma quebradeira é a forma mais natural para entender a cultural do mundo.

    Reply
  2. Beá Meira
    Beá Meira 21 de agosto de 2013 at 18:10 |

    Por falar em Baixada, adoro esta música e o clip do Slow DaBF:
    http://www.youtube.com/watch?v=eh032HI0o50

    Reply
  3. Áurea Andréa -MST
    Áurea Andréa -MST 18 de agosto de 2013 at 20:07 |

    “É preciso diminuir a distância entre o que se diz e o que se faz,até que num dado momento,a tua fala seja a tua prática.”
    Parabéns por mais essa iniciativa !
    Desejo que suas ações contagiem corações.
    Grande abraço.

    Reply
  4. Valéria Correia
    Valéria Correia 17 de agosto de 2013 at 13:53 |

    Parabéns ao PET, à Universidade das quebradas e à maravilhosa Claudina. Vcs são demais!!!

    Reply
  5. Edmar Junior Oliveira
    Edmar Junior Oliveira 16 de agosto de 2013 at 12:57 |

    Parabéns pela iniciativa, que esses diálogos sejam contudentes e que sigam adiantes!

    Reply
  6. João Griôt
    João Griôt 16 de agosto de 2013 at 12:03 |

    Ainda não tive oportunidade de ir. Parabéns pela iniciativa. Lindo.

    Reply
  7. VALDIR DOS SANTOS
    VALDIR DOS SANTOS 15 de agosto de 2013 at 22:14 |

    No primeiro instante foi forjado os elementos, isolados, formaram parcerias, consolidaram os projetos individuais e agora dilatam a esfera, alcançando os limites da sociedade. Fazendo rolar um evento, unindo as pontas.. Unindo a sociedade acadêmica, aos produtores de saber popular da periferia. União fecunda de elementos essenciais. Uma nova sociedade surgira daí. já se ouve o primeiro choro do rebento.

    Reply
  8. Alcydinei theodoro dos Santos
    Alcydinei theodoro dos Santos 15 de agosto de 2013 at 21:51 |

    É muito rico e ao mesmo tempo sofrido quando deparamos com esse grupo idealizadores trazendo uma proposta com seguimentos culturais, com elevada proporções de conhecimentos e, se tratando da Baixada, da nossa Baixada, que papai do céu retribua e meras energias para que essa jornada chegue ou se aproxime no benefício desejado por todos! beijos no coração de vocês.

    Reply
  9. Carlos Eduardo A. da Silva
    Carlos Eduardo A. da Silva 15 de agosto de 2013 at 20:50 |

    Estes quebradores são porretas mesmo…Deram um show de comprometimento com a causa, um show de organização, amabilidade e muito prestativos…E, principalmente, muita paciência com nós, singelos artistas das quebradas…Parabéns , mais uma vez pelo magnífico evento, e , esperamos participar de muitos outros…é só dar o sinal de fumaça…BORA????? Beijo no coração de cada um de vcs….Fiquem com Deus !!!!!

    Reply
  10. Paim Silva
    Paim Silva 15 de agosto de 2013 at 20:32 |

    De fato Claudina, a dificuldade de se iniciar numa Universidade é uma realidade muito acentuada principalmente para nós da Baixada Fluminense!

    Reply
  11. Claudina Olveira
    Claudina Olveira 15 de agosto de 2013 at 20:08 |

    Eu ainda estou “digerindo” tudo que absorvi nessa movimentada semana, com as valiosas conexões estabelecidas ali no território do Instituto multidisciplinar – IM UFRRJ – Campus Nova Iguaçu.

    Ao total foram 16 pessoas na organização (PET Conexões Baixada) e aproximadamente 200 colaboradores, incluindo palestrantes, produtores, artistas plásticos, músicos, escritores, artesãos, entre outros.

    A mesa com a participação da Universidade das Quebradas foi então mais uma emocionante experiência de falar da construção do meu conhecimento, que visa a colaboração mútua, buscando a promoção da arte e da cultura como ferramenta de superação humana.

    Por tudo isso sou grata ao PET Conexões de Saberes – Dialogando e interagindo com Múltiplas Realidades e Saberes na Baixada Fluminense, pela oportunidade de compartilhar comigo e a Universidade das Quebradas tão significativas inter locuções.

    Reply
  12. Feijah'N
    Feijah'N 15 de agosto de 2013 at 19:47 |

    Bem demais isso!!! É desse jeito.

    Reply
  13. Hosana Sabino
    Hosana Sabino 15 de agosto de 2013 at 19:38 |

    Parabéns a todos pela visão holística e, q haja, arte por parte!

    Reply
  14. Jussara Santos
    Jussara Santos 14 de agosto de 2013 at 11:23 |

    Só fera das quebradas. Desejo que todos possam entender a complexidade do “saber” com a cidadania.
    Parabéns pela iniciativos dos seus organizadores.

    Reply
  15. Mauricio Medeiros
    Mauricio Medeiros 13 de agosto de 2013 at 21:35 |

    Muito bom!!! Penso que, no futuro bem próximo, a Universidade das Quebradas estará com um Polo bem pertinho aqui na Baixada Fluminense…

    Reply
  16. Marilia T. Lopes Quebradeira
    Marilia T. Lopes Quebradeira 13 de agosto de 2013 at 15:06 |

    Parabéns por essa iniciativa…intercâmbios…gostaria muito de ter participado! Troca de saberes se expandindo, fortalecendo redes.

    Reply

Deixe um comentário