2 comentários

  1. Ubirajara Rodrigues
    Ubirajara Rodrigues 18 de dezembro de 2012 at 3:03 |

    Estive na estréia e pretendo assistir outra vez em janeiro. Achei uma maneira muito inteligente e divertida de contestar o sistema descarado que tanto oprime e ridiculariza os pobres deste país. Mas somos resistentes, um pedregulho no caminho deste sistema torpe.

    Reply
  2. Bea Meira
    Bea Meira 5 de dezembro de 2012 at 8:36 |

    Olha aí,o rio afetivo do poeta Marcelo do Patrocínio e nosso querido Haroldo Cesar em cena, na biblioteca de Manguinhos!

    Reply

Deixe um comentário